Notícias
Ney conversa com a equipe

Uma conversa franca e madura, de um time campeão e que sabe exatamente o que já fez de bom e o que pode ainda fazer. Esse foi o saldo do mau resultado de ontem contra o Americano, no Engenhão. Sem criar grandes fantasmas, mas sem fugir da responsabilidade pelo mau resultado, jogadores e comissão técnica conversaram sobre os erros do empate em 2 a 2 e o que pode ser melhorado para o clássico deste sábado contra o Fluminense.

Capitão e, naturalmente, um dos jogadores mais influentes do elenco alvinegro, Juninho foi um dos que mais falou na reunião. Segundo ele, o trabalho está sendo bem feito e deve continuar sem algum abalo. “Foi uma conversa normal, para todo mundo se cobrar, falar dos erros que tivemos contra o Americano e seguir em frente”, afirmou.

Já pensando no clássico contra o Fluminense, Juninho faz uma comparação com o primeiro clássico disputado entre as duas equipes no ano. Segundo ele, hoje, apesar de não parecer, o Bota vive melhor fase. 

“Naquela época nós não éramos campeões da Taça Guanabara. Hoje ainda somos os lideres do nosso grupo. Acho que hoje vivemos uma fase melhor. Não é um jogo que vai mudar isso”, disse.
O goleiro Renan procurou definir em poucas palavras o tipo de conversa tida antes do treinamento. “O bate-papo foi bem ao estilo Ney Franco, mineirinho”, finalizou.



Bernardo Peirão