Notícias
CT João Saldanha

 

O sonho de o time profissional voltar a treinar em General Severiano começou em novembro de 2002, na eleição do presidente Bebeto de Freitas. O pontapé inicial foi dado em julho de 2003, com o início das obras. No fim de março, o futebol do Botafogo voltou à sua antiga casa: Na ocasião, o novo e moderno Centro de Treinamento de General Severiano.

O verdadeiro lar de um passado glorioso passou a receber os treinos da equipe profissional, além, de ser a realização de um sonho do presidente Bebeto de Freitas. “Desde que assumi como presidente, minha proposta foi investir na estrutura do clube. Isso é um planejamento para o futuro do Botafogo. Muito já foi feito e mais ainda está por vir”, disse Bebeto.

Até metade do ano de 2003, tudo não passava de um prédio pouco utilizado e de um campo completamente abandonado, onde o mato predominava. O engenheiro Sérgio Araújo tornou-se o responsável pela obra e passou a projetar e calcular. “Tudo foi pensado e calculado para atender todas as necessidades de uma equipe de futebol. Fizemos o máximo para que jogadores e comissão técnica se sentissem em casa”, revelou o engenheiro.

Na reforma foram utilizados cerca de 400 sacos de cimento, que somam um total de 15 toneladas, além de 6.500 Kg de aço, 30m³ de concreto, 700m² de piso cerâmico e 450m² de azulejos. Todo o prédio foi transformado. Os cerca de 410 m² do primeiro andar receberam novos e amplos vestiários para jogadores, com armários exclusivos para 30 atletas,  e comissão técnica, com armários para oito integrantes.

Além da rouparia e uma sala destinada à fisioterapia, o térreo do CT ganhou de quebra mais 300 m² de um importante anexo, que abriga uma moderna sala de musculação com mais 40 aparelhos de última geração e piscinas normal, aquecida e de hidromassagem. E mais: uma quadra de 35m x 17m de grama sintética para aquecimento e treinamento de goleiros. O campo de futebol foi completamente reformado e ganhou até sistema importado de irrigação.

O segundo andar recebeu tanta ou até mais atenção. Virou uma espécie de hotel alvinegro, espaço que é utilizado para concentração da equipe nas vésperas das partidas e até durante os treinamentos. São treze suítes em um total de 350 m², sendo 12 duplas e uma para oito pessoas, membros da comissão técnica. Todos os quartos terão televisão e ar-condicionado, além da sala de recreação com telão.